Quem tem medo de agulha? Se até para os adultos é comum sentir o coração bater mais rápido no momento de tomar uma injeção ou fazer um exame de sangue, imagine para as crianças. Entrar no laboratório sem chorar é praticamente uma missão impossível. Foi pensando no conforto e tranquilidade das crianças que a Unimed Três Vales resolveu mudar o final dessa história e adotou a realidade virtual como forma de tornar o momento do exame menos sofrido e, até mesmo, sinônimo de diversão para as crianças.

A experiência começa quando, ao entrar no laboratório da Unimed, a criança coloca os óculos de realidade virtual. A partir de um sistema computacional, os óculos criam um ambiente simulado com efeitos visuais, sonoros e táteis que ajudam na imersão da criança em uma história fantástica. Acompanhando o roteiro nesse universo mágico, a criança esquece do medo da agulha e o exame pode ser feito com tranquilidade, muitas vezes, sem que ela nem mesmo perceba que já acabou.

“Eu estava em um desenho sobre o espaço e tinha que fugir pela rota certa”, contou João Pedro Apolinário, 9 anos, que já participou do atendimento. “A história me ajudou a ficar com menos medo. Eu adorei a última parte que tinha que acionar um raio laser!”, lembrou.

A iniciativa também facilita a vida dos pais que não precisam mais se preocupar em distrair as crianças no momento da agulhada ou mesmo se esforçar para convencê-las a ir até o hospital.

“Como mãe, a gente fica muito satisfeita porque toda vez que a criança vai tirar sangue ou fazer qualquer tipo de exame, eles ficam nervosos e choram. Quando o João Pedro chegou em casa todo animado contando para os irmãos da história e dos óculos de realidade virtual, eles ficaram com vontade de participar da experiência. Foi muito bacana”, contou Macine, mãe de Pedro.

Desde que o sistema de realidade virtual foi inaugurado no laboratório de Três Vales, os exames de sangue se tornaram muito mais divertidos e estão conquistando não só os pequenos. Já tem muito adulto com vontade de viver essa experiência e, de quebra, driblar o seu medo também.

Assista a um trecho do vídeo que as crianças vivenciam no momento do exame:

Ver comentáriosFechar comentários

Deixe seu comentário

Top