Preceptora da Residência Médica em Obstetrícia da maternidade Odete Valadares há 19 anos e cooperada da Unimed de Belo Horizonte, a Dra. Avelina Sanches acredita que todos os tipos de parto são válidos, dependendo das condições maternas e fetais. “O importante é nascer bem. O nascimento tem que ser saudável. E é fundamental que a mulher, o bebê e a família sejam respeitados.” A Dra Avelina é referência no parto conhecido como humanizado, mas prefere usar o termo respeitoso e sugere que o parto aconteça em um ambiente calmo, confortável, com pouca luz, uma música agradável, onde a mãe possa ter o seu filho da forma mais aconchegante possível.

Algumas maternidades em Belo Horizonte já disponibilizam esse tipo de ambiente, conhecido como Suíte PPP. Trata-se de um quarto estruturado com recursos para que o parto possa acontecer sem ter que deslocar a mulher para o bloco cirúrgico.

“Esse ambiente é mais aconchegante e a mulher fica mais à vontade. Mas no momento do nascimento, tanto o médico obstetra quanto o pediatra estão presentes e têm acesso a uma estrutura hospitalar para administrar possíveis intercorrências.”

A Dra. Avelina nos contou que também sente uma maior sintonia com o parto humanizado, pois ele acontece de uma forma mais natural e com uma participação mais efetiva da mulher. Em um de seus atendimentos, a médica obstetra teve o prazer de presenciar uma mãe pegando o próprio filho durante um parto na água. Apesar de não ter feito nada para acelerar o nascimento, ela estava presente durante todo o tempo para garantir a saúde da gestante e do bebê. “Eu tenho uma gratidão enorme pela oportunidade de participar de tantos nascimentos lindos e emocionantes. A lição que eu tiro para a minha vida é não ter pressa, nem ansiedade, saber esperar e viver intensamente cada momento. E cada vez mais, admirar a natureza.”

Ver comentáriosFechar comentários

Deixe seu comentário

Top