A técnica em enfermagem Lívia Drummond já está famosa no hospital da Unimed de Belo Horizonte. Alguns acreditam que “até se uma formiguinha fizesse aniversário, a Lívia prepararia uma surpresa.” A história começou há oito anos, quando Lívia, pela primeira vez, pegou um bebê no colo e fez os cuidados iniciais indicados pela médica. Desde então, Lívia se apaixonou pela pediatria e nunca mais quis trabalhar em outra área.

Ao ver aqueles pequeninos que mal conseguiam se aquecer e já enchiam um ambiente de amor, Lívia teve uma ideia. Começou a pintar e a enfeitar as touquinhas do hospital para colocar nos bebês. A primeira touquinha foi vermelha para deixar o neném aquecido e com a cara do Natal. Touquinhas rosas, azuis, com orelinhas do Coelhinho da Páscoa, com laço e carrinho também fizeram sucesso. Teve até pai que deixou bilhete de agradecimento para a técnica em enfermagem contando como a iniciativa deixou a chegada do bebê ainda mais colorida.

Depois de vestir a touquinha nos pequenos, Lívia continua ao lado deles. Viu o Pedro Luís nascer com cinco meses de gestação, pesando 415 g, e desde então, visita ele na UTI todos os dias há quatro meses. Tem o contato das mães salvo pelo nome no WhatsApp e sempre é convidada para as festinhas de aniversário. Um dos bebês que ela viu nascer já está completando cinco anos. 

Hoje, a técnica em enfermagem faz cerca de oitenta touquinhas por mês. Depois do plantão, e de uma rotina puxada, ela leva os paninhos para casa e passa as noites costurando afeto. Quando o cansaço bate, quando a determinação falha, Lívia descansa e continua. Mesmo com apenas 29 anos e sendo mãe só de coração, Lívia já desconfia que é na ponta dos dedos que se cria uma família. 

Ver comentáriosFechar comentários

Deixe seu comentário

Top