Quando completou 100 anos, Dona Carmozina recebeu quatro surpresas. Um bolo de aniversário na Igreja, outro na Unimed, o terceiro em um restaurante e o último em casa. A comemoração é merecida. Com um século de vida, Dona Carmozina dá um show de saúde e faz exercício físico três vezes na semana. “Eu não faço porque o médico mandou. Foi eu mesma quem quis fazer. Comecei com 80 anos. Ia sozinha de lotação e na volta ainda fazia almoço.”

Dona Carmozina recebe acompanhamento no Centro de saúde da Unimed, em Betim, onde já fez amigos e inspirou pessoas. “No início, meu marido só me levava até o Centro de Saúde e ficava esperando. Agora, ele faz as aulas de ginástica comigo. Mas eu sou bem mais espertinha.” Nirta Noronha, sobrinha de Dona Carmozina, tem 97 anos e, ao ver a tia tão animada, também levantou do sofá. Vai à praia e faz exercício físicos. Quer aproveitar os bisnetos! 


Além de praticar exercícios, Dona Carmozina tem uma alimentação saudável. “Não como fritura nem bebo refrigerante. Às vezes, até janto em casa antes de ir para as festas.” Apesar de se preocupar com a alimentação, Dona Carmozina nos lembrou que para manter a alegria é preciso encontrar o equilíbrio. “Eu como uma fatiazinha de doce todos dias. Já fiz muito pudim e pão dourado. Ah! Também não pode desobedecer o médico. Eu tomo 11 comprimidos por dia e não confundo nenhum. Acredita?” 

Dona Carmozina está lendo o livro “Só é velho quem quer” e compartilhou o segredo dela para viver bem durante tantos anos. “O segredo é curtir a vida, né não? Viajar, ir para a praia, entrar na água. Eu só não nado porque não aprendi. Mas eu entro na água.” E para aqueles que estão sem fazer exercício, ela deixou um recado: “Nunca é tarde para começar. Vem comigo que eu te dou uma aulinha light.”

Ver comentáriosFechar comentários

Deixe seu comentário

Top